Home / Cidades do Brasil / Quissamã

Quissamã

Quissamã é um município do estado do Rio de Janeiro, no Norte Fluminense. A região possui possui  praias, restingas e lagoas. O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba ocupa 13% da área total do território de Quissamã.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Parque Nacional de Jurubatiba

Foto: Pref. Mun. de Quissamã

Única área de preservação dedicada à vegetação de restinga, o Parque Nacional de Jurubatiba é um dos maiores tesouros ambientais do país. Criado por Decreto Federal em 24 de abril de 1998, Jurubatiba é uma Unidade de Conservação Federal que tem como objetivo preservar o patrimônio natural. O parque possui 44 km de praias, 14.860 hectares de restinga, com 18 lagoas costeiras de rara beleza e de grande interesse ecológico. Ele abrange os municípios de Carapebus, Macaé e Quissamã.

# 2 Lagoa Feia
A segunda maior lagoa de água doce do país (a primeira é a Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul), a Lagoa Feia recebeu esse nome porque foi “descoberta” em um dia de tempestade, quando suas águas revoltas assustaram os que lá chegaram. O local é muito procurado por visitantes e moradores da região.

# 3 Fazenda Trindade
Concluída em 1909, a sede da Fazenda Trindade tem o estilo dos chalés românticos do fim do século XIX . Além da sede, encontram-se preservadas algumas moradias de colonos e uma antiga casa de farinha. Trabalhado em pedra mármore colorida, com um desenho que forma um relógio de sol, o terraço fronteiro foi trazido da Casa de Capivari. Hoje, a fazenda, além de servir como residência, produz coco e abacaxi e possui criação de gado. Horário de Funcionamento: As visitas devem ser agendadas com antecedência nas agências de turismo de Quissamã.

# 4 Fazenda São Miguel
Datada de 1858, a Fazenda São Miguel foi a primeira residência do barão e visconde de Quissamã. Vendida no final do século XIX, a fazenda acabou, anos mais tarde, nas mãos do engenheiro francês M. Bodaine que, em 1908, construiu o solar que hoje pode ser visitado. A casa, uma típica representante da arquitetura do fim do ciclo da cana-de-açúcar, é rodeada de palmeiras e eucaliptos e abriga móveis e objetos do início do século.

# 5 Fazenda São Manoel
Erguida em uma elevação com visão para os vales dos rios Macabu e do Meio, a sede da Fazenda São Manoel data de 1886. A fazenda encontra-se em ótimo estado de conservação. Construída no fim do século XIX, quando a arquitetura começava a deixar os traços estilísticos do neoclássico e a apontar para o eclético, a casa evidencia nos arcos góticos da fachada a transição. Entre as atrações que Fazenda São Manoel oferece aos visitantes, estão os móveis e objetos de época, além das diversas construções igualmente antigas que existem em seu entorno. É considerada parte imprescindível de qualquer roteiro sobre o ciclo do açúcar do século XIX.

# 6 Fazenda Santa Francisca
Construída em 1852, a propriedade se tornou conhecida por ter recebido as visitas da Princesa Isabel e do Conde D” Eu. Em excelente estado de conservação, a casa e seu jardim mantém as características originais do século XIX e o terreno abriga árvores centenárias. Uma tradição da Fazenda Santa Francisca é a festa em homenagem a Santo Antônio, quando os fiéis deixam a capela da Casa Grande com o andor, em procissão, e passam pelas antigas senzalas.

# 7 Fazenda Mandiquera
Com projeto original do arquiteto e empreiteiro alemão Antônio Becker, a sede da Fazenda Mandiquera é um imponente solar em estilo neoclássico. Inaugurado em 1875 por Bento Carneiro da Silva, a edificação é considerada uma obra monumental para os padrões da oligarquia canavieira da época. Além de ter recebido a visita do Imperador Dom Pedro II, a sede da fazenda também foi locação para os filmes O Coronel e o Lobisomem (2005), de Maurício Azevedo, e Deu no New York Times (1987), dirigido por Henfil. O sítio histórico formado pelo conjunto arquitetônico e paisagístico da Fazenda Mandiquera foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 2007.

# 8 Fazenda Machadinha
A Fazenda Machadinha foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1979, pelo valor histórico do que restou de sua casa grande erguida entre 1853 e 1867. Senzalas, armazéns e a capela em homenagem a Nossa Senhora do Patrocínio foram construídas em 1833. Desapropriado pelo poder público municipal, o conjunto foi parcialmente reformado. A casa grande, impossível de ser conservada, teve seu processo de degradação paralisado através de medidas de conservação das ruínas. As senzalas foram restauradas e ganharam anexos que, enquanto respeitam a originalidade de sua arquitetura, oferecem conforto aos descendentes de quilombolas que ainda as fazem de lar.

# 9 Casa Mato de Pipa
Mais antiga casa de senhor de engenho ainda de pé na região do norte fluminense, a sede da Fazenda Mato de Pipa foi o centro ao redor do qual cresceu o povoamento que se tornaria o município de Quissamã. Erguida entre 1777 e 1782 por Manuel Carneiro da Silva, a propriedade foi visitada pelo Imperador Dom Pedro II, no século XIX. Outro destaque do lugar é A Vila Evelina: inaugurado em 1916, o chalé tem varandas justapostas, com arremates de lambrequins de madeira ornados com belos desenhos e guarda-corpo trabalhado. Foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1985.

■ PRAIAS

# 1 Praia do Visgueiro
Localizada no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, a Visgueiro é uma praia de restinga com areias brancas em seus dois quilômetros de extensão. Nela, a fauna diversificada é composta por lagartos, mariscos e caranguejos. Os moradores do local são, em sua maioria, pescadores que tiram seu sustento da pesca feita com rede e linha.

# 2 Praia de Barra do Furado
A Praia Barra do Furado, situada em Quissamã, é dona de uma beleza rústica. Com um mar verde transparente e com boas ondas, é procurada normalmente para esportes náuticos, principalmente surf, além de futebol e vôlei de praia. É bastante frequentada por moradores próximos, e em algumas épocas do ano são realizados campeonatos esportivos, atraindo muitos visitantes. De fácil acesso, é um bom lugar para os que gostam de tranquilidade, podendo realizar uma caminhada à beira-mar. O destaque desta praia está para o encontro das águas do rio com o mar, que acabam por formar um lago, onde alguns aproveitam para se banhar.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
n/d

De Ônibus:
n/d

De Avião:
n/d

■ MAPA DA REGIÃO

About 43796419

Check Also

São Gabriel da Cachoeira

São Gabriel da Cachoeira está a 853 km de Manaus. Privilegiada pela exuberante natureza em …