Home / Sem categoria / Dos 10 parques aquáticos mais visitados na América Latina, seis são brasileiros

Dos 10 parques aquáticos mais visitados na América Latina, seis são brasileiros

Segundo relatório internacional, número de visitantes cresceu 3,5% entre 2017 e 2018

 

O Brasil tem se firmado, cada vez mais, como um dos principais destinos latino-americanos de parques aquáticos. É o que diz o relatório Theme Index 2018, elaborado pela TEA/AECOM (Associação das Empresas de Entretenimento, na tradução livre), que apontou que seis parques brasileiros estão entre os dez mais visitados na América Latina. O destaque foi para o Thermas dos Laranjais, localizado em Olímpia (SP), que lidera o ranking no Brasil e na América Latina, além de ser o quarto mais visitado em todo o mundo.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, resultados como esse reforçam o potencial do Brasil para desenvolver o setor e converter turismo em geração de emprego e renda para a população. “Temos tido respostas bastante positivas das nossas ações em todos os segmentos, e isso só vem para confirmar que estamos no caminho certo quando apoiamos vocações, oferecemos ferramentas para estruturação dos destinos e criamos programas para a diversificação da oferta. Criamos um grande estímulo ao turismo doméstico ao oferecer competitividade aos destinos”, avalia o ministro.

Além do Thermas dos Laranjais, em Olímpia (SP), os parques Hot Park, em Caldas Novas (GO); Beach Park, em Fortaleza (CE); Wet’n Wild, em São Paulo (SP); Thermas Water Park, em São Pedro (SP) e Hot Beach, também em Olímpia (SP) estão entre os 10 mais visitados da América Latina. Juntos, eles receberam, em 2018, cerca de 5,8 milhões de pessoas, de acordo com o mesmo levantamento. O índice é 3,5% maior do que o registrado em 2017, quando 5,6 milhões de pessoas passaram pelos locais.

O presidente do Sindicato Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), Murilo Pascoal, comemorou o crescimento da movimentação de turistas nos parques no Brasil. “O ranking confirma a força do setor de parques no nosso país e sua importância para o turismo na América Latina. Mas temos muito espaço para ampliar os empreendimentos existentes, bem como para estimular o surgimento de novas ofertas, uma vez que a demanda comprovadamente existe. É importante que consigamos vencer batalhas históricas do setor para avançar ainda mais”, ressaltou.

Dados do Sindepat estimam que o setor de parques, como um todo, tenha movimentado em 2018 mais de 30 milhões de visitantes no país, o que resultou em um faturamento de R$ 3 bilhões e empregou mais de 100 mil pessoas direta e indiretamente. De acordo com o Traveller’s Choice, prêmio concedido anualmente pelo site de viagens Trip Advisor a destinos e atrações turísticas de todo o mundo, o Beto Carrero World apareceu na 12ª posição entre os 25 melhores do mundo em 2018. Se o recorte for a América do Sul, os parques brasileiros ocupam 17 dos 25 principais.

TURISTAS RECONHECEM QUALIDADE DE PARQUES BRASILEIROS – Não são só os levantamentos estrangeiros que apontam que o Brasil possui alguns dos melhores parques aquáticos do mundo. Os turistas nacionais também são só elogios a estes espaços de entretenimento que fornecem ampla infraestrutura de lazer e diversão.

A bancária brasiliense Fernanda Satomi Ito foi com toda a família ao Hot Park, em Caldas Novas (GO), lugar que encantou seus dois filhos, que visitavam o parque pela primeira vez. “Meus pequenos adoraram e sempre pedem para voltar. Inclusive, um preferiu ir ao parque, no aniversário deste ano, ao invés de receber presentes”, conta Fernanda. Ela avalia que o local não perde, em infraestrutura nem serviços, para grandes parques internacionais. “O parque possui uma excelente infraestrutura como grandes parques como a Disney, guardadas as proporções. É ótimo para as crianças”, conta.

Outra turista empolgada com os parques aquáticos brasileiros é a economista paulistana Emily Christine. Ela foi com amigos ao parque Thermas dos Laranjais, em Olímpia (SP), e conta que se surpreendeu com o local. “Minhas amigas falaram para eu ir nesse parque, mas tinha ficado com certo receio, por ser no interior de São Paulo. Me surpreendi positivamente, a infraestrutura do parque é muito boa, além de ser acessível. Eu recomendo a todos”, destaca.

Fonte: AScom / Min. do Turismo

About 43796419

Check Also

Encontro da Hotelaria Nacional reúne trade turístico em Brasília

Evento da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados em parceria com a ABIH debateu …